sábado, 14 de maio de 2016

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Alimentação Natural

De alimento humilde à presença na alta cozinha. Já se chamam às criadilhas da Beira Baixa, “as trufas de Portugal” "Jornal do Fundao"
Criadilhas com ovos
Cortam-se as criadilhas aos bocadinhos. Leva-se ao lume a cebola finamente picada, com as gorduras, sem deixar alourar. Junta-se o chouriço cortado às rodelas muito finas e as criadilhas. Tapa-se o tacho e refoga um pouco. Adiciona-se a água e coze. Tempera-se com sal e pimenta e na altura de servir juntam-se os ovos batidos que cozem sem ficar secos.



sexta-feira, 29 de abril de 2016

Desenhar na Escola

Desenhar na Escola. Clube Oficina da Imagem do Agrupamento de Escolas Nuno Álvares em Castelo Branco. O clube já existe há três anos, mas neste ano letivo, desde outubro têm sido raras as terças feiras em que meia dúzia a uma dúzia de dedicados entusiastas não se encontraram para desenhar. Alunos, professores; encarregados de educação e futuros encarregados de educação. Dentro ou fora de portas. Nesta terça feira experimentaram-se caríssimas canetas de bambu.


terça-feira, 26 de abril de 2016

Domingo de manhã

Uma manhã de domingo tem sempre duas partes. A primeira e a segunda



domingo, 24 de abril de 2016

terça-feira, 19 de abril de 2016

São Pedro

O São Pedro, parece que não nos larga. E assim, mais vale que ajude nos desenhos. Fundação Cargaleiro em Castelo Branco, a propósito da atividade organizada pelo Museu Cargaleiro, "Desenho eu pelo Museu" para assinalar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios. 


sábado, 16 de abril de 2016

O Burro do Jacinto

Uma visita de estudo tem sempre as suas histórias. Ainda mais quando são longe e se passam muitas horas a viajar. mas mais ainda quando quem nelas participa é divertido e com senso de humor.
Desta vez fomos a Tormes, à Fundação Eça de Queiroz, para que duas turmas de 11º ano sentissem in loco o livro que estão a estudar: A Cidade e as Serras de Eça de Queiroz.
As peripécias foram muitas e começaram logo cedo: um condutor que passada meia hora, nos abandonou e trocou por outro (ainda bem). Alguma chuva dentro do autocarro, (também ela era tanta que alguma teria de entrar); Estradas belíssimas, dignas de serem usadas para o Top Gear, e que conseguiram revoltar os jovens estomagos de alguns passageiros.
Até que no decorrer de uma manobra, mais arrojada, num cruzamento que quando foi feito não se imaginavam viaturas com aquela escala, um dos alunos desabafou, à Eça:

Chiça, que é  mais seguro o burro do Jacinto.